Você Sabia ?

Você conhece os conceitos que norteiam o ensino superior? Você está confuso com tantas informações? Aqui listamos alguns para que você inicie seu percurso em busca de mais conhecimentos.

Instituição de Educação Superior – IES

São instituições, públicas ou privadas, que oferecem cursos de nível superior nos níveis de graduação (cursos superiores de tecnologia, bacharelados e licenciaturas), pós-graduação e extensão.

Projeto Pedagógico de Curso - PPC

É o documento orientador de um curso que traduz as políticas acadêmicas institucionais com base nas DCNs. Entre outros elementos, é composto pelos conhecimentos e saberes necessários à formação das competências estabelecidas a partir de perfil do egresso; estrutura e conteúdo curricular; ementário; bibliografia básica e complementar; estratégias de ensino; docentes; recursos materiais; laboratórios e infraestrutura de apoio ao pleno funcionamento do curso.

Diretrizes Curriculares Nacionais – DCNs

São normas estabelecidas pelo Conselho Nacional de Educação – CNE que asseguram a flexibilidade, a criatividade e a responsabilidade das IES na elaboração dos Projetos Pedagógicos de seus cursos. As DCNs têm origem na LDB e constituem referenciais para as IES na organização de seus programas de formação, permitindo flexibilidade e priorização de áreas de conhecimento na construção dos currículos plenos, possibilitando definir múltiplos perfis profissionais e privilegiando as competências e habilidades a serem desenvolvidas (parecer CNE/CES 67/2003). Os currículos dos cursos devem apresentar coerência com as DCNs no que tange à flexibilidade, à interdisciplinaridade e à articulação teoria e prática, assim como aos conteúdos obrigatórios, à distribuição da carga horária entre os núcleos de formação geral/básica e profissional, às atividades complementares e às atividades desenvolvidas no campo profissional.

Interdisciplinaridade

É uma estratégia de abordagem e tratamento do conhecimento em que duas ou mais disciplinas/unidades curriculares ofertadas simultaneamente estabelecem relações de análise e interpretação de conteúdos, com o fim de propiciar condições de apropriação, pelo discente, de um conhecimento mais abrangente e contextualizado.

Metodologia

Metodologia é a explicação minuciosa, detalhada e rigorosa da ação desenvolvida no método de um processo de ensino ou de um trabalho de pesquisa.

Pesquisa

Pesquisa é um processo sistemático de construção do conhecimento que tem como metas principais gerar novos conhecimentos e/ou corroborar ou refutar algum conhecimento pré-existente. É um processo de aprendizagem tanto do indivíduo que a realiza quanto da sociedade na qual esta se desenvolve.

Estágio curricular supervisionado

Período durante o qual um estudante exerce uma atividade temporária com vista à sua formação ou aperfeiçoamento profissional e que compõe a matriz curricular e é supervisionado por docentes do curso de graduação.

Extensão

A extensão acadêmica é ação de uma instituição junto à comunidade, disponibilizando ao público externo o conhecimento adquirido com o ensino e a pesquisa desenvolvidos.

Competências

Uma competência caracteriza-se por selecionar, organizar e mobilizar, na ação, diferentes recursos (como conhecimentos, saberes, processos cognitivos, afetos, habilidades e posturas) para o enfrentamento de uma situação-problema específica. Uma competência se desenvolverá na possibilidade de ampliação, integração e complementação desses recursos, considerando sua transversalidade em diferentes situações.

Plano de Desenvolvimento Institucional - PDI

É o instrumento de planejamento e gestão que considera a identidade da IES, no que diz respeito à sua filosofia de trabalho; à missão a que se propõe; às estratégias para atingir suas metas e objetivos; à sua estrutura organizacional e ao Projeto Pedagógico Institucional com as diretrizes pedagógicas que orientam suas ações e as atividades acadêmicas e científicas que desenvolve ou que pretende desenvolver.
Abrangendo um período de cinco anos, deverá contemplar ainda o cronograma e a metodologia de implementação dos objetivos; metas e ações da IES, observando a coerência e a articulação entre as diversas ações; a manutenção de padrões de qualidade; o perfil do corpo docente; a oferta de cursos de graduação, pós-graduação, presenciais e/ou a distância; a descrição da infraestrutura física e instalações acadêmicas, com ênfase na biblioteca e laboratórios e o demonstrativo de capacidade e sustentabilidade financeiras. (Decreto nº 5.773/06).

Comissão Própria de Avaliação – CPA

O propósito da CPA-UFPA é tornar a prática da avaliação institucional uma ação norteadora na tomada de decisões, gerando reflexão permanente das ações na Universidade. Pretende-se, assim, fortalecer as relações da Universidade com a comunidade interna e com a sociedade civil, enfatizando que o propósito da autoavaliação na UFPA tem caráter globalizante – porque envolve: institutos, faculdades, núcleos e a comunidade que pode e deve utilizar os benefícios que a UFPA gera, a partir dos seus cursos e de todas as outras atividades universitárias – e interativo, vez que o processo e sua síntese deverão promover a integração das leituras e das atividades institucionais, entendidas como partes que se interagem.


TICs – Tecnologia de Informação e Comunicação na Educação

São recursos didáticos constituídos por diferentes mídias e tecnologias, síncronas e assíncronas, tais como ambientes virtuais e suas ferramentas, redes sociais e suas ferramentas, fóruns eletrônicos, blogs, chats, tecnologias de telefonia, teleconferências, videoconferências, TV convencional, TV digital e interativa, rádio, programas específicos de computadores (softwares), objetos de aprendizagem, conteúdos disponibilizados em suportes tradicionais (livros) ou em suportes eletrônicos (CD, DVD, Memória Flash, etc.), entre outros.

Você sabe o que é assistência estudantil? Aqui você vai conhecer um pouco mais da História, das ações e dos setores da UFPA que realizam essa Política de Permanência dos alunos da graduação.

Assistência Estudantil

    Com a criação do Programa Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes) em 2008 e a caracterização de suas ações, incluídas no Decreto nº 7.234, de 19 de julho de 2010, houve necessidade de a Universidade Federal do Pará (UFPA) sistematizar Políticas para consolidação da experiência até então acumulada, contemplando as diferenças entre os Campi, bem como novas concepções sobre o conceito de Assistência Estudantil.
    Por esse caminho, a UFPA, por meio da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX), vem atuando no desenvolvimento de programas que visam garantir a permanência, o bem-estar, a melhoria do desempenho acadêmico e o êxito na conclusão da graduação. Com especial atenção aos estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica e aos que ingressaram na Universidade por meio de ação afirmativas. Para tanto criou Políticas de Assistência Estudantil, conforme descrições abaixo.
    O Programa Permanência visa propiciar ao estudante de graduação da UFPA as condições básicas necessárias à continuidade de sua atividade acadêmica, tais como: moradia, alimentação, transporte, aquisição de material didático, etc. Além disso, o Programa contribui de forma significativa para a formação profissional do estudante, permitindo a sua participação em atividades formativas como projetos de pesquisa e extensão. O Programa tem beneficiado os alunos, principalmente por meio dos seguintes editais: Auxílio Moradia, Auxílio Permanência, Moradia Estudantil, Kit Acadêmico.
    O Programa Língua Estrangeira visa o oferecimento de bolsas para alunos de graduação realizem cursos livres gratuitamente, além de também ser garantido a esses estudantes o material didático sem ônus por meio da concessão de auxílio financeiro. As bolsas são destinadas preferencialmente para ingresso no primeiro nível, podendo haver prova de nivelamento para outro nível.
    O Programa Taxa Zero tem como objetivo possibilitar que estudantes que apresentem carência socioeconômica possam se alimentar no Restaurante Universitário da UFPA.
    O Programa Estudante Saudável (PES) tem como objetivo promover ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que abranjam assistência e atendimento à saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico e o tratamento de baixa complexidade, visando o bem-estar e a qualidade de vida do discente, contribuindo para sua permanência e conclusão de curso de graduação nesta Universidade. O Programa abrange: Assistência Odontológica e Preventiva aos Estudantes de Graduação da UFPA em Atenção Socioeconômica, Clínica de Psicologia, Laboratório de Farmácia, Ações voltadas para prevenção de câncer em estudantes universitárias, Serviço de Assistência Psicossocial aos Discentes (SAPS) e Projeto Ações Integrada de Extensão à Saúde Estudantil (Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza - HUBFS).
    O programa de Apoio à participação em eventos tem como objetivo propiciar à participação de estudantes discentes em eventos científicos, tecnológicos, culturais e também os encontros estudantis de caráter político acadêmicos, contribuindo para divulgação da produção cientifica e acadêmica desse público por todo país.
    Quer saber mais? Esses Programas podem ser acessados por meio da página da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX), no endereço www.proex.ufpa.br e também pelo site http://proex.ufpa.br/sigaest/inicial.php
O setor da PROEX que é responsável pela implementação dessas ações é Diretoria de Assistência e Integração Estudantil que fica localizada no 2º andar do Prédio da Reitoria. Esse setor pode ser contatado pelos telefones: 3201-7268 e 3201-8782 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Para contribuir na mediação ao acesso a essas Políticas Institucionais, aFaculdade de Artes Visuais, por meio do Setor Pedagógico realiza trabalho de divulgação e de orientação dos editais junto aos discentes, como forma de garantir a permanência desses alunos nos Cursos de Graduação.